Ir para o conteúdo

O que é Linho?

O que é Linho?

Linho

O linho é proveniente de uma planta fibrosa, sendo a linhaça sua semente. Por ser uma fibra natural de fonte renovável, possui propriedades biodegradáveis. Seu cultivo requer 20 vezes menos água do que o algodão e dispensa a utilização de fertilizantes químicos. Por não agredir o solo, pode servir como rotação de cultura, ou seja, em épocas diferentes, o agricultor pode substituir o plantio do linho por outros tipos de plantações.

O linho é conhecido como material nobre, pois seu desenvolvimento requer bastante qualidade e a produção em grande escala não é recomendada. Por estes motivos a fibra e seus produtos apresentam maiores valores de venda.

Vantagens do Linho

  • rápido crescimento
  • fonte regenerativa
  • fácil cultivo em solos inférteis
  • consumo de água reduzido
  • não necessita pesticida / agrotóxico
  • biodegradável

Considerações:

O linho pode suportar altas temperaturas. Absorve a umidade sem reter bactérias. Na verdade, é realmente mais forte quando molhado do que seco e torna-se mais macio e flexível quanto mais é lavado. 

O linho é extremamente versátil. Cada parte da planta de linho tem sido tradicionalmente usada para criar um produto, nada é desperdiçado e a produção é econômica. Um subproduto comum é o óleo de linhaça. O linho é resistente e pode crescer em solos inférteis, consumindo muito menos água do que o algodão. De acordo com a Confederação Europeia de Linho e Cânhamo, “ao longo de seu ciclo de vida, uma camisa de linho usa 6,4 litros de água” em comparação com 2.700 litros para uma camisa de algodão.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação afirma que o linho usa 13 vezes menos pesticidas do que as batatas, mas representa apenas aproximadamente 1% do consumo mundial de fibras de vestuário. 

O tempo necessário para produzir o fio de linho e seus processos manuais que precisam ser realizados, fazem com que o linho seja uma matéria-prima de preço elevado, é considerado entre muitos como um tecido de “luxo”.

Alguns dos problemas no processo do linho são os micro resíduos gerados pelo seu tratamento, que em muitos casos são aspirados pelos trabalhadores, ocasionando doenças e problemas respiratórios. É importante considerar sua origem, a fim de se evitar linho vindo de empresas que apresentam problemas em relação ao trabalho ético e justo.

Os corantes também podem ser problemáticos: se você comprar linho não orgânico, não há garantia de que nenhum corante prejudicial tenha sido usado.

Embora tenhamos dito anteriormente que o linho não precisa de muitos fertilizantes ou pesticidas, isso não significa que nunca seja usado. De fato, a maior parte do linho não orgânico é cultivada usando nitratos. O excesso de nitratos pode entrar em cursos de água e prejudicar nossos ecossistemas. Na frente de pesticidas, o linho geralmente precisa de menos do que outras culturas, mas, novamente, a menos que a marca ou produto de linho seja certificado como orgânico (GOTS) também se aplica ao linho.

Certificados

GOTS (Global Organic Textile Standard) 

Desenvolvido pelos principais normatizadores para definir os requisitos reconhecidos em todo o mundo para têxteis orgânicos, em todas as etapas, desde a colheita das matérias-primas, fabricação ambiental e socialmente responsável até a rotulagem, os têxteis certificados pelo GOTS fornecem uma garantia credível ao consumidor.

GOTS é o padrão de processamento têxtil líder mundial para fibras orgânicas, incluindo critérios ecológicos e sociais, apoiados por certificação independente de toda a cadeia de suprimentos têxtil. Os produtos finais certificados GOTS podem incluir produtos de fibra, fios, tecidos, roupas, têxteis para o lar, colchões, produtos de higiene pessoal, bem como têxteis para contato com alimentos e muito mais.

Clique aqui e saiba mais sobre a certificação GOTS.